top of page

6 Mitos sobre segurança eletrônica

É muito comum nos depararmos com informações errôneas referente alguns temas, por isso o ideal é sempre se aprofundar mais no assunto para saber quais são fatos e quais são mitos.


Visto isso, vamos apresentar no decorrer do artigo, alguns mitos mais comuns sobre segurança eletrônica para esclarecer as dúvidas.


Mito número 1: Sistema de segurança não precisa de monitoramento

O primeiro mito que vamos destacar é o do sistema de segurança sem monitoramento. Acontece que, quando se trata de segurança, precisamos de 24 horas de atenção para certificar-se disso.

Portanto, se o seu sistema não possui um monitoramento por uma empresa especializada e disponível 24 horas, pois, em um momento em que estiver indisponível, pode acontecer alguma emergência no local.

O monitoramento também pode ser feito à distância, como no caso das portarias remotas. O importante é ter sempre alguém de prontidão para atender uma ocorrência ou até mesmo ficar "apenas vigiando", como forma de prevenir ocorrências.

Mito número 2: Segurança tradicional é mais confiável

Normalmente as pessoas acabam tendo uma falsa ilusão de que a segurança tradicional, com pessoas, são mais eficientes.

Acontece que, muitas das vezes as pessoas ficam vulneráveis em situações de risco, como rendição por invasores.

Com os equipamentos de segurança eletrônica e serviço de monitoramento 24 horas, você detecta quaisquer movimentos ou intrusão, grava e a autoridade policial é acionada, se necessário, de imediato.

Mito número 3: Reconhecimento facial

Outro mito é que o sistema de reconhecimento facial é enganado por fotografia.

Acontece que, o sistema possui uma tecnologia que evita a enganação através de uma fotografia.

Ou seja, em controle de acesso, a pessoa não conseguirá entrar no local se apresentar uma foto à leitora, a fim de se passar por outro indivíduo.

Atualmente, com a mais recente tecnologia de detecção de sinais de vida e anti-spoofing, significa que é impossível enganar o sistema ao mostrar apenas a fotografia para reconhecer um rosto. É preciso da face real do indivíduo para esse reconhecimento.

Mito número 4: Equipamentos de segurança são caros

É comum também ouvir que equipamentos de segurança eletrônica são caros e, por este motivo, evitam comprar.

O fato é que, hoje em dia, os preços estão mais acessíveis para aumentar a segurança do local.

Com um sistema mais básico de segurança de marcas confiáveis, o investimento é preciso e personalizado conforme a necessidade do ambiente.

Também é necessário colocar nessa conta o custo benefício que esses equipamentos irão gerar. Afinal, no início o custo pode não agradar muito, mas a economia que um sistema de segurança pode gerar acaba compensando todo o investimento.

Mito número 5: Com seguro não precisa contratar sistema de segurança eletrônica

É de extrema importância saber que um seguro patrimonial tem como objetivo cobrir danos após o acontecimento de roubos ou invasões.

Ou seja, ele não previne esses acontecimentos e é aí que entra a segurança eletrônica.

Mito número 6: O sistema não funciona sem Internet ou energia

Por ser uma situação que costuma acontecer muito, foram desenvolvidos equipamentos como sistema de backup de bateria capaz de ficar horas sem a necessidade de energia.

Já no caso da Internet, os sistemas de gravação armazenam as imagens em um equipamento local e quando a conexão retoma, o armazenamento passa para a nuvem.

Assim, o sistema não sofrerá qualquer vulnerabilidade na segurança do local em caso de falta de energia ou internet.

Agora que você já sabe os maiores mitos desse mercado, conta pra nós aqui nos comentários você se já tinha ouvido falar de algum deles.


Clique no botão abaixo para conhecer o modelo de negócio que já escalou centenas de empresas no Brasil todo!


52 visualizações0 comentário

コメント

5つ星のうち0と評価されています。
まだ評価がありません

評価を追加
bottom of page