top of page

Qual é o conceito de segurança eletrônica?

Segurança eletrônica pode ser conceituada como "o uso de equipamentos e sistemas de segurança para monitorar e proteger um local, bem ou pessoas."


É até fácil de entender o que é, mas você sabe o que compõe e como funcionam os equipamentos e sistemas de segurança?


Acompanhe a leitura e entenda todos os detalhes!



Pelo conceito, a segurança eletrônica serve para monitorar e vigiar por meio de equipamentos, como: câmeras, sensores de intrusão, sistemas e softwares.


Antigamente o sistema de vigilância eletrônica que se popularizou foi o CFTV (circuito fechado de tv), que consiste na utilização de câmeras para captar e exibir as imagens de um circuito interno em um monitor.


Hoje os equipamentos e os sistemas se modernizaram, a principal evolução foi que o sistema se tornou digital e integrado, agora garante maior segurança e confiabilidade.


Quando surgiu a segurança eletrônica?

Estima-se que a utilização de câmeras para monitoramento eletrônico foi utilizada pela primeira vez em Nova York pela polícia. Nessa época as imagens capturadas eram de baixa qualidade, sem os recursos disponíveis hoje as imagens eram em preto e branco, desprovidas da possibilidade de armazenamento ou de gravação.


Foi na época um avanço tecnológico, o recurso da segurança eletrônica possibilitou que a polícia fizesse um monitoramento remoto o que otimizou a ação policial.


Segurança eletrônica hoje!

Com o desenvolvimento em engenharia de softwares e a tecnologia empregada nos equipamentos, toda a estrutura de segurança eletrônica se modernizou.

Hoje as câmeras possuem captação de imagens em alta resolução, captação com maior alcance, por infravermelho (para ambientes de baixa iluminação), etc.


Os alarmes se tornaram integrados com câmeras e sistemas, passaram a ser endereçados e acompanhados por imagens monitoradas por uma central de segurança em momento de incidência de disparos.


O monitoramento deixou de ser local para ser remoto, com isso as centrais de monitoramento mais confiáveis e seguras passaram a ser blindadas, possuir armazenagem de imagens na nuvem e no caso das portarias eletrônicas, não necessitam mais saber de informações pessoais e confidenciais de usuários para gerenciar acessos.


Quem precisa da segurança eletrônica?

Os locais que estão sujeitos ao acesso de pessoas, e que necessitam de monitoramento, públicos e privados, utilizam a segurança eletrônica para combater e inibir ações criminosas.

Casas, apartamentos, escritórios, prédios comerciais, comércio de rua, grandes lojas de varejo, etc. Para cada ambiente existe uma solução personalizada para atender as necessidades de segurança.


Para grandes condomínios com muitas torres e espaços públicos abertos, são indicadas soluções de segurança eletrônica integradas.


E quando se fala de integração, nós, da One, somos especialistas no assunto. Estamos a 16 anos criando e desenvolvendo tecnologias para a segurança eletrônica e portaria remota. Nosso software e hardware são integrados e exclusivos, e já é utilizado em todo o Brasil.



Para saber mais sobre a nossa solução clique no botão abaixo.



12 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page